Dicas e Truques

O que é MDF?

A sigla MDF (Medium Density Fiberboard) em português significa Fibra de Densidade Média, conhecida como uma madeira ecologicamente correta, ela apresenta grande resistência e estabilidade, gerando a possibilidade de vários acabamentos em móveis, artesanatos, rodapés, molduras, balaústres, divisórias, forros e outros materiais que exigem a utilização da madeira como matéria prima. Esse material tem grande destaque, pois oferece a possibilidade de ser lixado, pintado, colado, entalhado, entre outras coisas. Outra vantagem do MDF é que ele já sai da fábrica com uma espécie de impermeabilização e forma uma barreira que é verdadeiramente efetiva contra o ataque de insetos.

Sugestões para aproveitamento dos cantos

Gavetas na diagonal e também em armários para acomodar panelas auxiliam no aproveitamento de espaços. Ao encomendar seu armário para a cozinha planejada, avalie a possibilidade de acrescentar estes tipos de gaveta e você vai ganhar espaço e utilidade.

Móveis embutidos são tendência atual

Os móveis planejados embutidos ou compactos vêm sendo cada vez mais usados em casas e apartamentos, seja para criar um novo ambiente ou simplesmente para utilizar melhor espaços pequenos. Dormitórios planejados, salas planejadas, cozinhas planejadas, escritórios planejados e home offices planejados podem levar em consideração esta forma de fabricação atual.

Mesas retráteis para espaços pequenos

É possível utilizar mesas portáteis, retráteis e até balcões que se escondem dentro de um armário planejado, por exemplo. Muitas vezes o recurso de balcão, conjugado com algum outro móvel, faz o papel da mesa.

Como conservar seu móvel de madeira:

De acordo com a ABIPA (Associação Brasileira da Indústria de Painéis de Madeira), a limpeza dos painéis de madeira com acabamento deve ser efetuada com pano limpo e macio, isento de impurezas, levemente umedecido com água e sabão neutro, bem torcido até que não saiam gotas de água. Não devem ser utilizados abrasivos como palha de aço e objetos cortantes. Para remoção de manchas, utilizar pano levemente umedecido com solução de álcool e água em partes iguais.

Recomendações gerais

1. Tipo de acabamento do móvel

A forma de conservar está diretamente relacionada com o tipo de acabamento e de material que foi usado na fabricação do móvel, assim é importante identificar a matéria-prima empregada.

2. Poeira

Deve-se começar tirando a poeira cuidadosamente com um pano seco ou espanador, para que não haja o perigo do pó sob a pressão e movimento do pano arranhar a superfície.

3. Água

É verdade que existem móveis especialmente construídos para a exposição à umidade, como os móveis para jardins e os móveis náuticos, mas para maior durabilidade dos móveis mais comuns que são os destinados ao uso interno é muito importante manter a água bem longe. Água em excesso sempre danifica os móveis de madeira e os fabricados em aço podem oxidar em contato com ela.

4. Produtos abrasivos

Jamais utilizar produtos ponteagudos ou abrasivos durante a limpeza, como esponjas de aço ou saponáceos, pois eles podem provocar riscos no acabamento.

5. Cera e lustramóveis

A cera e o tradicional lustramóveis dão uma aparência renovada ao móvel além de deixar um cheirinho gostoso. Porém ao se optar em usá-los deve-se levar em conta que a sua presença sobre o acabamento pode dificultar posteriormente uma eventual repintura do móvel, pois eles podem reagir quimicamente com os produtos de pintura que forem empregados.

6. Produtos químicos

Produtos de limpeza aparentemente inofensivos como os limpadores de uso doméstico geral podem conter componentes químicos que atacam os materiais empregados no acabamento de móveis. Sugerimos usar o bom senso e testar em uma parte não visível antes de fazer a aplicação e jamais deixar de usar equipamento de proteção, como luvas é óculos.

7. Panos

Panos usados na limpeza doméstica geral podem conter partículas abrasivas e riscar o acabamento. É recomendável usar panos novos ou que sejam destinados exclusivamente para este fim. As flanelas são boas por serem mais macias.

8. O que não se deve utilizar

Detergentes não neutros, limpadores instantâneos, produtos de limpeza de fornos ou à base de amônia e saponáceo. Estes produtos químicos podem danificar o acabamento dos móveis.

Esponjas duras, ásperas e palhas de aço. Elas podem riscar e danificar os móveis.

Lustra-móveis coloridos ou cera: podem deixar resíduos, causando manchas no móvel.

Pano de louça: pode conter resíduos abrasivos.

Pano encharcado: o acúmulo de água, especialmente nos cantos, causa danos ao móvel.

Pano seco é bom ser evitado, pois com o tempo desgasta o móvel. Caso seja empregado fazer pouca pressão.

9. Manchas difíceis ou danos maiores

Nestes casos o melhor a fazer é chamar um profissional para ter uma melhor orientação de como proceder.

Vídeos: